01/09/2012

O raio dos livros


Os livros da editora Saída de Emergência parecem ser sempre maiores do que aquilo que são. Isto acontece porque, no final de cada livro, põem um excerto de outro livro qualquer. Não faria mal nenhum se fosse um pequeno excerto, mas não é isso que acontece: põem um, dois ou três capítulos. Um exagero. E é chato uma pessoa pensar que ainda tem um monte de páginas para ler e, afinal, aquele monte de páginas está reservado a três capítulos de outro livro que não tem nada a ver com o que acabámos de ler. E chegámos ao fim mais cedo do que queríamos. Foi o que me aconteceu ontem. Acho um desperdício de papel, já que nunca os leio...são como páginas em branco aos meus olhos. Para além de me chatear pensar que o livro tinha 280 páginas, e, no fim de contas, ter 240...

3 comentários:

  1. nunca tinha ouvido falar dessa editora oO
    credo é um exagero colocarem tanto material de outros livros, geez, um capítulo é mais do que suficiente, dá para perceber mais ou menos a história, o tipo de escrita do autor etc...

    ResponderEliminar