04/04/2014

Relax


Os papéis inverteram-se. Enquanto, no semestre passado, passava todo o tempo livre à volta de trabalhos e de resumos das aulas, ao mesmo tempo que via a maioria das pessoas a aproveitar os seus dias, agora, estou a ter o semestre mais descontraído de sempre. Já não era sem tempo. Tenho um horário bastante leve, e há determinadas aulas que nem sempre tenho, pelo que há semanas em que fico com duas manhãs livres e duas tardes livres. E o melhor de tudo é que raramente desperdiço este tempo com coisas da faculdade. Os trabalhos, ao contrário do último semestre, são poucos ou nenhuns, e os poucos que existem não exigem grande esforço nem fazem com que perca muito tempo. Nem sequer tenho tido apresentações orais, e nem sei se vou ter alguma. Perdi a paciência para fazer resumos da matéria, pelo que ando a fazê-los apenas para duas cadeiras, enquanto, com outras duas, limito-me a formatar os slides das aulas, de forma a ficarem mais perceptíveis e mais ao meu gosto, como que a construir a minha própria sebenta. Quanto às outras duas, logo vejo como vou estudar. Só sei que este é o pior semestre para se chumbar ao que quer que seja, uma vez que o segundo semestre do próximo ano vai estar preenchido com um estágio, e eu não quero, de maneira nenhuma, andar a estagiar com cadeiras por fazer.
Por causa de tudo isto, os meus fins-de-semana têm sido, finalmente, considerados como verdadeiros fins-de-semana, e tenho conciliado o meu tempo entre a faculdade, os meus hobbies e as lidas da casa de uma forma como já há muito tempo não era capaz de fazer. E sinto-me bastante bem com isso; sinto-me sem preocupações, e é por não haver nada que me chateie - por enquanto - que não tenho tido a mesma necessidade de vir aqui escrever qualquer coisa. Aliás, eu nem sei o que poderia escrever aqui. Não me apetece queixar-me do tempo ou falar mal das minhas colegas de casa. Não quero falar sobre o futuro. Só me apetece ressuscitar algumas recordações ou dizer o quanto gosto de uma determinada banda, série ou livro. É como se a vida me sorrisse de novo, dizendo-me não apenas para afastar o negativismo e focar-me nas coisas boas, mas também para expressar o meu gosto em relação a essas mesmas coisas. Só espero que este positivismo e esta descontracção se mantenham por mais algum tempo.

7 comentários:

  1. Que maravilha! Que isso continue assim, ou só melhore :)

    ResponderEliminar
  2. Ai quem me dera. Eu, ao contrário do primeiro semestre, este está a ser bastante mais trabalhoso. Ainda só passaram umas semanas e já ando a ficar estafada com tanto trabalho e com tanto para estudar.

    ResponderEliminar
  3. Assim está bem :) Que as coisas continuem assim, Um bom fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
  4. Tão bom!
    Realmente já merecias um semestre assim :D

    ResponderEliminar
  5. Também tenho tido um semestre muito leve mas não gosto que assim seja.

    ResponderEliminar