26/01/2016

Pormenores meus - parte 4

Gosto mais de lanchar fora do que de almoçar ou jantar fora. Comecei a gostar de ler aos dez anos, durante a primeira e única vez em que estive internada num hospital, por não ter muito mais com que me entreter durante o dia todo. Nunca fui de fazer planos com grande antecedência em relação ao meu futuro. Prefiro gatos a cães. Ainda espero pelo dia em que os Porcupine Tree anunciem o fim do seu hiato, o lançamento de um novo álbum e uma digressão em que Portugal esteja incluído. Esta é uma das bandas que mais gostava de ver ao vivo, a par dos Nightwish. Adoro o efeito que as lentes de contacto provocam nos meus olhos: tornam-nos maiores e fazem com que se note melhor que a cor deles não é um típico castanho, mas mais uma cor de mel. Já quis ser veterinária, estilista e médica-legista. Não gosto do Carnaval. Contentava-me com uma casinha como a da Emily, da série Revenge. O chá de camomila tornou-se no meu favorito. Nunca tive medo do escuro, e irritava-me que a minha irmã precisasse de uma luz de presença para poder dormir, na altura em que partilhávamos o quarto. Acho que fico com um sorriso deficiente graças ao aparelho, pelo que, agora, evito olhar para a câmara quando me tiram fotografias. Às vezes, quando estou num sítio público, dou por mim a ouvir as conversas dos outros, mesmo que alguém esteja a falar comigo ao mesmo tempo. Quando chego a casa e não tenciono voltar a sair, gosto de me enfiar logo nos pijamas, mesmo que ainda sejam umas cinco e meia da tarde. Detesto o cheiro a tabaco. Não faço tenção de voltar a ter o cabelo curto - isto é, pelos ombros ou acima. Gosto de nadar mariposa, mas basta-me fazer uma piscina nesse estilo para ficar a morrer. Até ao dia em que vi Epica ao vivo, nunca tinha propriamente "reparado" no Mark Jansen, um dos guitarristas. Geralmente, bebo um chá ou como uns chocolates enquanto vejo um filme ou uma série; acho que, sem isso, a coisa não me sabe tão bem. Tenho saudades de passar uma tarde num café a pôr a conversa em dia com alguém que já não veja há algum tempo. Gosto imenso de me ver de vestidos ou de saias. Costumo ser eu a ficar à espera dos outros quando se combina alguma coisa. O meu porta-chaves é um cogumelo vermelho do Super Mario, e por acaso gostava muito de ter mais objectos de merchandise, como, por exemplo, uma caneca do Jack Skellington. Actualmente sou uma desnaturada no que toca a seguir séries, pois nunca mais vi um único episódio. Ando a pensar em ir tomar o pequeno-almoço fora no meu dia de anos, já que este ano calha num sábado. Às vezes, quando escrevo, penso em inglês, ou seja, de que modo uma determinada frase soaria em inglês, e passo-a para português a partir daí. Não tenho um sabor de gelado preferido, porque sempre que vou a uma gelataria costumo escolher um sabor diferente e não me cinjo aos mesmos, já que gosto de experimentar sabores novos. Aqueles óculos de armações grossas de massa, que estão agora na moda, parecem ficar bem a toda a gente, excepto a mim, pelo que, se tivesse que trocar de armações agora, ia ser um problema. Arrependo-me de não ter comprado uma t-shirt com o famoso prisma dos Pink Floyd que vi uma vez na Pull and Bear. Nunca gostei de coca-cola. Nunca sonhei em casar-me, e, mesmo agora tendo namorado, continuo a achar que é desnecessário. O meu carro ganhou a alcunha de fofinho graças à minha irmã, ainda antes de ela o ter visto - Quero ver fotos desse fofinho!, disse-me ela, e, a partir daí, o bicho ficou por fofinho. Detesto estar dependente dos outros, seja em relação ao que for. Adorava poder fazer uma viagem por ano.

8 comentários:

  1. Este tipo de publicações faz com que nos possamos conhecer melhor e identificar pontos em comum - no nosso caso ainda são alguns!
    Beijinho*
    P.S.: Adoro o facto de conseguires nadar em mariposa. Nunca fui capaz de tal feito! :'(

    ResponderEliminar
  2. Tu és incrível.
    Já passei pela fase de não querer o cabelo curto, mas como o meu cabelo dá imenso trabalho tenho-o preferido assim (pelos ombros). O meu toque de telemóvel é do Super Mário (a não ser que seja a minha mãe, para ela tenho a March Imperial x) - e tenho uma caneca do Jack e custou-me os olhos da cara. Também adorava ter mais merchandise por casa, o que faz com que a minha mãe perca esperança na filha que tem. Adoro a casa da Emily, não me importava nada, também. Sempre quis nadar mariposa mas nunca consegui, mas adoro nadar. Passei por uma fase HORRÍVEL de medo do escuro depois de ver - acidentalmente - uma parte do Chucky. A parte do Pijama: IGUALZINHA. É TÃO BOM. A parte do aparelho também - custa-me imenso rir para as fotos, por isso tenho feito imensa caretas. Para mim o único Carnaval bonito é o de Veneza. O do Brasil causa-me urticária. Se calhar devia pensar em usar lentes também, já que os meus olhos são mini. Nunca vi os Epica ao vivo, porque no dia em que eles vieram cá já tinha bilhete para levar a minha mãe a um fado - sou mesmo boa filha, han?
    Gosto de qualquer chá da marca Yogi Tea.

    Adorei esta publicação! :D

    ResponderEliminar
  3. Ah como te compreendo. Mal chego a casa, visto logo o meu pijaminha :)

    ResponderEliminar
  4. Adoro quando este tipo de posts, ficamos sempre a conhecer mais um bocadinho de ti :)
    E deixa-me que te diga que temos alguns aspetos em comum :)

    ResponderEliminar
  5. R:sendo asim fico mais descansada porque há um mês perdi mais uns 10 e fiquei muito preocupada...
    :)

    ResponderEliminar
  6. No pijama, somos tal e qual: quando chego a casa é sapatos fora e pijama "dentro" xD Quando usei aparelho, achava que ficava meia parva nas fotos (acho que fico sempre, mas com os "ferrinhos" era ainda pior). Por isso, "aprendi" a sorrir nas fotos de oca fechada. Mas voltar a poder sorrir à vontade quando o tirei foi ainda melhor =P
    Adoooooooooro merchandise. Canecas, t-shirts, lancheiras, bonecada... Parece que é tudo fofinho e que TUDO FAZ FALTA!! E por acaso, não é incomum imaginar uma cena/texto em inglês, mas depois acabo por escrevê-lo em português. Um amigo meu acha isso mesmo muito curioso mas, às vezes, parece que assim faz mais sentido e sai de forma mais natural. (Isto fez-me lembrar que tenho uma opinião para mandar. Vou já tratar disso!!).
    ****

    ResponderEliminar
  7. Adoro adoro adoro. Adoro este tipo de post e adorei o teu. Temos tantos pontos em comum

    ResponderEliminar